Ads 468x60px

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

DEUS É TUDO!


Quem já parou para pensar na grandiosidade da criação, deve ter ficado maravilhado. Em nossos dias, poucas pessoas tem feito esse exercício. Elas são prisioneiras de um mundo do tamanho do seu escritório, do shopping de sua preferência ou da rua por onde passam. Estão tão acostumadas com a pequenez da rotina que perderam o senso do grandioso. Quando passam por problemas, ficam afogadas em suas pequenas forças, pois não conhecem força maior. Os céus proclamam a glória de Deus (Sl. 19.1)! Ele diz para nós que Deus é maior! Se houvesse o infinito, Deus estaria além! Tudo nele, por ele e para ele! É Deus quem dá sentido às coisas e faz o colorido das cores. É ele quem dá brilho ao sol e faz dele seu farol. É ele quem acende as estrelas e faz o disforme ter forma. Deus é o princípio e o fim! Deus se encontra em todos os momentos: passado, presente, futuro e eternidade. Se quiséssemos esconder-nos dele na última estrela, ali Deus estará fazendo-a brilhar. Nosso Deus é grandiosamente maravilhoso!
J. I. Packer, no livro O conhecimento de Deus, falando sobre a majestade de Deus e do perigo de forjar um deus pequeno demais através da ênfase na ideia que parece que Deus é apenas pessoal, ressalta:
“Nossa vida pessoal é finita, limitada em todas direções: espaço, tempo, conhecimento e poder. Deus, porém, não tem limites. Ele é eterno, infinito e todo-poderoso. Ele nos tem nas mãos; mas nós nunca o temos em nossas. Semelhante-mente a nós, ele é pessoal; mas diferentemente de nós, ele é grande. Em todas as constantes evidências bíblicas sobre o interesse pessoal de Deus por seu povo, e da bondade, do carinho, da simpatia, da paciência e da terna compaixão demonstrada para com esse povo, as escrituras não nos deixam perder de vista a majestade e o ilimitado domínio de Deus sobre todas as criaturas”.
Perdemos a capacidade de nos extasiar com a grandeza das coisas. O nosso mundo tem o tamanho dos nossos espaços limitados. A verdadeira adoração conduz o nosso olhar para além das montanhas. Diante da pergunta “De onde me virá o socorro?”, a resposta do coração crente ressalta a majestade e grandeza de Deus que se encontra acima das montanhas: “O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra” (Sl. 121.1-2). Somente esse Deus grande, é capaz de providenciar socorro!
Tenha uma boa semana de vitória em Deus!

Mais sobre Deus leia: Deus existe?

Nenhum comentário:

Postar um comentário