Ads 468x60px

quarta-feira, 30 de maio de 2012

O VALOR DA ORAÇÃO

Jesus nos ensinou a orar e nos motivou a orar sem cessar (Lc. 18.1). Martinho Lutero, reformador protestante no séc. XVI, instruindo sobre a forma de orar, declara:
‘‘É bom que, de manhã cedo, se faça da oração a primeira atividade, e de noite, a última. E cuide-se muito bem desses pensamentos falsos e enganosos que dizem: ‘Espera um pouco, daqui a uma hora vou orar, antes ainda tenho que resolver isto ou aquilo’. Porque com esses pensamentos a gente passa da oração para os afazeres que prendem e envolvem a gente a ponto de não mais sair oração o dia inteiro.
Está certo que podem aparecer tarefas diversas tão boas ou até melhores que a oração, principalmente se a necessidade as exige. Corre um dito atribuído a Jerônimo: ‘Todo trabalho do crente é uma oração’. E há um provérbio que diz: ‘Quem bem trabalha, ora em dobro’, o que significa que uma pessoa crente teme e honra a Deus em seu trabalho, e se lembra do seu mandamento, para que não faça injustiça a ninguém, nem roube, engane ou defraude a ninguém. Essa atitude, sem dúvida, faz da sua ação, adicionalmente, uma oração e um sacrifício de louvor.’’
O crente é uma pessoa ocupada demais para deixar de orar. Ele ora, justamente, por ter muito o que fazer, e não o contrário; deixa de orar porque tem muitas afazeres.
Lutero adverte: ‘‘Mas também precisamos nos cuidar para que não nos desabituemos da oração certa, e, em última análise, julguemos necessárias obras, que na verdade não o são, destarte ficando enfim relaxados e preguiçosos, frios e enfastiados em relação à oração. Haja vista que o diabo, ao nos assediar, não é preguiçoso nem negligente, e a nossa carne ainda está por demais viva e disposta para o pecado, inclinando-se contra o espírito de oração.’’
O coração humano facilmente se deixar levar por lugares tenebrosos. Não devemos entregar o nosso dever de orar sempre e nunca esmorecer aos ditames de nossa vontade. Orar apenas quando sentir vontade é entregar nosso tesouro nas mãos de ladrões.
O crente em Jesus sabe que orar não é um ócio e nem perda de tempo. Orar é ganhar tempo e aproveitar a oportunidade. É busca os recursos certos para empreender o esforço certo!
Tenha uma boa semana e que a bênção de Deus seja com você e família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário