Ads 468x60px

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

IGREJA: LUGAR ONDE ACONTECE O AMOR


(Jo. 13.1-7)

A igreja é o local escolhido por Deus para demonstrar o seu amor e para fazer seus amados viver esse amor ao outro. Todavia, é importante entender que o amor não acontece por acaso. Um lugar não será o espaço do amor de Deus apenas porque tem o nome de igreja. Ele será à medida que os crentes desenvolvem o amor como:
1. Forma de serviço – Uma das grandes dificuldades que a liderança e os membros da igreja encontram hoje é aprender a abrir não da posição de honra. Sem dúvida, a crise que vive qualquer igreja está ligada à necessidade que as pessoas têm de ser grandes e da sua incapacidade em servir. Como é difícil lavar os pés do outro e assumir a postura de servo!
2. Nas coisas rotineiras e simples – Quando não estamos permeados pela vida de Cristo, a nossa vida e participação na igreja é enfadonha, cansativa e chata. Orar, ouvir um irmão ou ir a igreja torna-se um “sacrifício de louvor” para muitos na igreja. Não há prazer nem alegria. O amor deve está presente primeiro no sorriso e, depois, nos grandes atos de “caridade”.
3. Forma de aliviar as pessoas que amamos – Muitos crentes pensam que já fazem sua obrigação. Pensando assim, ao invés de aliviarem, exigem, cobram e repreendem. Exercem uma verdadeira tirania, quando deveria demonstrar amor. A Bíblia diz que a ninguém devemos dever senão amor. Temos uma dívida de amor ao irmão e não teremos como pagar, pois quanto mais o amamos mais devemos amá-lo em Cristo.
4. Forma de aliviar as pessoas que nos afligem – Não existe maior mágoa no coração do que a terrível experiência de ser traído ou ter inimigo. Jesus, ao lavar os pés de Judas, concretiza o seu amor num gesto aliviante. Os traidores e inimigos precisam experimentar o amor de forma concreta e, assim, ser transformados. Jesus alicerça seu amor, aliviando quem tem dificuldade em ser amado. Ama quem nunca recebeu amor.
5. Forma de trazer alívio aos culpados – não é o espaço para atirar a primeira pedra e nem para cultivar a culpa de forma a se tornar insuportável. Quem está debaixo da tirania da culpa necessita de perdão e motivação para deixar o erro e avançar na graça. A igreja é o lugar ideal para isto acontecer.
6. Forma de concretizar o alívio até em quem não quer ser aliviado – A igreja é um lugar de relacionamentos em duas mãos. Não há lugar para orgulhosos e pessoas que não queiram ser aliviados. Quem se torna igreja, não tem como não se comprometer e viver o amor. O amor deve ser contagiante!
A igreja para ter saúde e vida precisa de pessoas que não se deixam influenciar pela personalidade negativa de alguns, mas que sejam capazes de objetivar o amor, servindo e aliviando uns aos outros.

Rev. Lucas Guimarães

Estudo III - "Série de Estudos Igreja: lugar de vida"


* * *
Igreja Presbiteriana Vitória

Nenhum comentário:

Postar um comentário